quinta-feira, 28 de setembro de 2006

Palavras e apetites

Últimamente as palavras têm-se mostrado acanhadas em aparecer por aqui, por motivos vários, o tempo também não foi doseado da melhor forma, confesso, mas enfim, uma coisa boa que os blogs têm, é a total ausência de qualquer obrigação e isso por si só, já é fabuloso, porque nos remete para o mundo dos apetites, esse sim, um mundo do agrado de todos nós, homens ou mulheres, novos ou velhos, haja como satisfazer os apetites, seja lá o que isso for e parte da felicidade está conquistada.
Estou a ler um livro, preguiçosamente, um livro bem pequenino, estou quase no fim, é o Elogio da loucura, de Erasmo, nunca vos aconteceu ter na ideia que somos nós, na nossa era que inventamos o mundo e todas as coisas e todas as palavras e todas as formas de viver e de pensar e de fazer amor e de fazer tudo? eu já e por vezes deixo-me ir por aí, nessa maré de pensamento que tem tanto de egoísmo, como de insensatez e ignorância, mas somos humanos e estamos cá para nos redimir todos os dias, ou pelo menos tentar, nesta curta e enganadora existência, isto para dizer que, esse tal senhor, o Erasmo, já no século XV conseguia escrever de tal forma e com tal mestria, que palavras que a maioria de nós, talvez nunca chegue a descobrir nesta vida, para esse senhor, eram palavras correntes, colocadas cirúrgicamente onde eram realmente necessárias e por vezes inevitáveis, tal a soberba desenvoltura, da sua capacidade linguística, como era possível alguém escrever assim? pergunto-me sempre eu ao ler os grandes! mas escreviam e eu não queria deixar de partilhar convosco mais uma vez a minha ignorância, que também pode ser desta forma convertida em tema de blog, o senhor Erasmo pôs a loucura a falar, literalmente e é do melhor que existe no seu género, se tiverem tempo de ler antes que a morte chegue, aconselho vivamente. Voltando agora aos apetites, confesso uma vez mais, que escrever era a última coisa que me apetecia hoje, no entanto, apetecia-me falar do tal Erasmo, estão a ver como duas coisas diferentes se entreligam levando assim a água ao moínho de... sei lá quem ?

2 Comentários:

Blogger Lambda disse...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

02:44  
Anonymous h disse...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

13:57  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial